SDA comemora 10 anos consolidando fortalecimento da Agricultura Familiar

Nenhum comentário

A data oficial é dia 7 de fevereiro, mas a extensa programação alusiva aos 10 anos de criação da Secretaria de Desenvolvimento (SDA) denota a força de uma das principais áreas da gestão do governador Camilo Santana. Responsável por um dos maiores orçamentos do Estado, a secretaria quer ampliar ainda mais o atendimento aos mais de 1,3 milhão de produtores rurais e garantir produção com qualidade, oportunidades de trabalho e renda

Com o anúncio pela Funceme (Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos) sobre as chances de mais um ano com chuvas na média ou abaixo da média e se configurando com uma das maiores secas dos últimos 60 anos, o agricultor cearense vive uma grande expectativa com a produção da safra 2017-2018. Afinal, com a possibilidade do sexto ano consecutivo de estiagem, ele aprendeu a produzir na escassez de chuva e já vem aproveitando melhor os recursos hídricos para continuar produzindo mais e com qualidade.

A recém-criada Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) veio na esteira dessa crise hídrica dando respostas rápidas e positivas. Somente na Safra 2015-2016 foram injetados R$22 milhões pelo Garantia Safra, o Fundo que paga aos agricultores o benefício de R$850 para quem teve perda comprovada da safra igual ou superior a 50%. O Ceará é o Estado que mais paga o benefício em todo o País e nesta safra já atende a 170 mil agricultores familiares.

Mas a marca desta secretaria, que já foi criada e ocupada pelo atual governador Camilo Santana, é atuar no fortalecimento da agricultura familiar, na sustentabilidade de ações e projetos que promovam a produção e a integração de famílias e comunidades tradicionais como a Quilombola e Índigena com foco no jovem e na mulher.

sda 1

“Hoje, de alguma maneira, estamos em todos os 184 municípios cearenses atuando com alguma ação de assistência técnica rural, projeto produtivo, acompanhando e apoiando iniciativas ou programas estruturantes como a execução de sistemas de abastecimento, perfuração de poços, cisternas ou de inovação tecnológica. Somos um dos pioneiros no uso da energia eólica e solar na agricultura familiar e produzindo frutas em pleno semiárido e seca”, explicou o secretário Dedé Teixeira (foto acima em discurso), que completa um biênio à frente da pasta.

Fortalecimento

Capacitação e acesso ao crédito. Com informação e desburocratização para produzir, o perfil do agricultor e da agricultora familiar mudaram bastante nos últimos anos. “Em 2016, em várias regiões do Ceará, tivemos aumento da produção de frutas com o uso da técnica de irrigação por gotejamento. Este é um trabalho fantástico, que os técnicos da Ematerce vem desenvolvendo, dando condições de produção com qualidade e uso de pouca água. O mesmo acontece com a palma, onde um produtor de Quixeramobim produziu em 2016 mais de dois milhões de raquetes para o Hora de Plantar”, disse Antonio Amorim, presidente da Ematerce e ex-secretário adjunto da SDA.

Atendimento

Em 10 anos de atendimento aos agricultores familiares, a SDA tem diversificado o foco de atuação, que vai desde programas com uso de novas tecnologias como os tanques de resfriamento e inseminação na área da Caprinocultura até acesso ao crédito para projetos com uso de energia renovável, irrigação por gotejamento e reuso de água cinza.

“Mesmo com a maior estiagem dos últimos 60 anos, conseguimos incrementar a produção de leite derivado da Ovinocaprinocultura no Sertão dos Inhamuns, Sertão Central, em mais de 25 municípios e estamos ampliando esse trabalho. Várias secretarias de desenvolvimento agrário como a recém-criada de Minas Gerais, vieram conhecer nossas experiências de convivência com o semiárido, porque somos referências em vários projetos como o Hora de Plantar (distribuição de sementes), Mandala, Cajucultura, Cisternas, São José, Paulo Freire entre outros”, destacou Márcio Peixoto, coordenador das Cadeias Produtivas da Pecuária da SDA.

sda 2

Cartão

Em fase de desenvolvimento, o Cartão do Agricultor deverá ser lançado ainda em 2017 com o objetivo de acelerar o atendimento e o acompanhamento dos agricultores e agricultoras aos programas e benefícios da SDA. Atualmente, já foram cadastrados 1.200.290 beneficiários. “Com o acesso a esse banco de dados, a secretaria poderá dar uma resposta mais rápida para o produtor, priorizando as ações e melhorando os serviços prestados”, definiu o secretário Dedé Teixeira.

Fotos e texto: Assessoria de Comunicação Secretaria de Desenvolvimento Agrário

, , , , , ,

Assine nossa Newsletter

Conecte-se

Menu