Nos 50 anos do Straaf de Pacajus, Moisés Braz conclama trabalhadores para a luta política

Nenhum comentário

O deputado estadual Moisés Braz (PT) participou neste sábado, 17 de fevereiro, na Maloca dos Brilhantes, da festa de 50 anos do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Straaf) de Pacajus. Ao lado do presidente do Straaf, José Sinval Filho, do vereador Jair do Sinval, da coordenadora regional da Fetraece na Grande Fortaleza, Elisângela Fernandes e do secretário de Política Agrícola da Fetraece, José Francisco de Almeida, o parlamentar falou para os cerca de mil trabalhadores presentes ao evento, que contou com sorteio de brindes, almoço e uma banda de forró pé-de-serra.

Primeiro, Moisés conclamou os trabalhadores a agradecer a Deus. “Mesmo depois de seis anos de seca, a gente começar 2018 com praticamente todo o Ceará chovendo e com chuva muito bem distribuída é milagre divino”, considerou.

Assista ao discurso do deputado na festa dos 50 anos do Straaf de Pacajus

Sobre o aniversário da entidade, o deputado fez uma reflexão. “Estamos comemorando muitas vitórias, mas também passamos aqui muitos momento de aflição, de perseguição. Muitos pensaram em desistir da luta, e ainda hoje muitos trabalhadores não compreendem a importância da representação sindical organizada”, contrapôs. Segundo Moisés, “não se completa cinquenta anos se não tiver resistência, organização transparência e confiabilidade da classe trabalhadora. Nos últimos vinte anos, temos acompanhado esse trabalho desde quando diretor da Fetraece, depois como presidente da federação e agora como deputado”.

O parlamentar pediu que os trabalhadores valorizem o sindicato. “Não faça dele apenas um lugar de assistência social. Venha mais ao sindicato, mas faça dele o que verdadeiramente ele é: uma casa de luta e defesa da classe, de organização, de busca do crédito e garantia de direitos, mas sobretudo de respeito. Hoje vocês estão comemorando é muita luta, muita conquista, determinação e responsabilidade do Sinval e de toda a equipe da diretoria do sindicato”, reconheceu.

Por último, Moisés falou sobre a situação política do país. “Não vamos ficar envergonhados com o governo que tem aí, porque essa porcaria não é nossa, não é do povo trabalhador. Esse governo é do agronegócio, do grande capital. Não nos representa”, resumiu, ao alertar aos trabalhadores para a necessidade de continuar a luta. Para Moisés, é preciso que os trabalhadores permaneçam atentos e mobilizados para combater a retirada de direitos garantidos na constituição patrocinada pelo governo Temer.

“Não adianta olhar só o governo, mas tem que ver as perversidades que esses deputados e senadores que estão aprovando perversidades como terceirização, Teto de Gastos, Reforma Trabalhista e agora a Reforma da Previdência. Por isso 2018 é estratégico para continuarmos lutando pelo nosso projeto”, concluiu.

Também estiveram presentes ao aniversário do Straaf de Pacajus o prefeito Bruno Figueiredo, o vereador Rodrigo do Auri, do presidente da Seccional Ceará da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) Francisco Albuquerque Moura.

, , , , , , ,

Assine nossa Newsletter

Conecte-se

Menu