Moisés Braz Critica articulação que excluiu o Ceará da Direção Nacional da Contag e se solidariza com o companheiro José Wilson Gonçalves

Nenhum comentário

No próximo mês de março, no 12º Congresso Nacional de Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (12º CNTTR), será eleita a nova Diretoria da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), gestão 2017-2021. O Ceará, nos últimos cinco mandatos da Contag, esteve representado. Companheiros e companheiras, indicados pela nossa Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará – (Fetraece), estiveram à frente de importantes secretarias da Confederação, trabalhando arduamente em defesa dos agricultores e agricultoras familiares do nosso país.

Na atual gestão da Contag, contamos com o companheiro José Wilson Gonçalves, secretário de política sociais. Um grande nome do Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) cearense que nos orgulha pelo incansável trabalho em prol do homem e da mulher do campo. Infelizmente, por uma condução equivocada da construção da chapa que formará a nova direção da Contag, partindo do campo CUTista, José Wilson não integrará a nova gestão da Confederação. É uma grande perda para o MSTTR nacional. José Wilson é extremamente capacitado e o bom trabalho que desenvolve na Contag é notório. Sem dúvidas, deveria permanecer como dirigente, fortalecendo cada vez mais as nossas lutas.

Nos solidarizamos com o companheiro José Wilson que retorna, de forma inesperada, ao nosso Ceará. Um retorno com a certeza de que muito contribuiu como MSTTR nacional. Sua trajetória nos deixa a certeza de que o trabalho continua, agora na nossa terra e direcionado aos agricultores e agricultoras familiares cearenses. Aproveitamos para parabenizar toda a direção da nossa Fetraece, que mesmo na iminência de perder espaço político dentro da Contag, manteve-se firme em seu posicionamento, tendo José Wilson como indicado a compor a nova direção da Confederação.

Por fim, lamentamos a postura de companheiros do campo CUTista que conduziram de forma contestável o processo de composição de chapa da Contag, deixando o Ceará, na figura da nossa Fetraece, fora desse espaço de representação, tão bem ocupado por tanto tempo. É um gesto que deixa clara a falta de reconhecimento de uma Federação com 183 sindicatos filiados, representante de 350 mil famílias do campo e de 1,5 milhão de agricultores e agricultoras familiares. Uma Federação respeitada pela sociedade civil e instituições públicas do seu Estado. Que não se curva a pressões e a interesses individuais. A Fetraece é referência justamente por sua unidade e capacidade de articulação política em defesa dos interesses do povo do campo.

Moisés Braz – Deputado Estadual (PT-CE)

, , , , , ,

Assine nossa Newsletter

Conecte-se

Menu