Moisés Braz aponta avanços de projetos na área da agricultura

91

O deputado Moisés Braz (PT) informou, nessa quinta-feira (14/06), durante o primeiro expediente da Assembleia Legislativa, que 600 comunidades de 31 municípios das regiões do Sertão dos Inhamuns, Cariri oeste e zona norte serão beneficiadas com o projeto Paulo Freire, que aportará R$ 170 milhões, para investimento em produção agrícola e beneficiamentos de produtos como mel e queijo artesanal.

“Serão negociados novos empréstimos junto ao Banco Mundial para os projetos do programa Paulo Freire, que objetiva beneficiar mais comunidades rurais, levando mais dignidade para as famílias que vivem no campo”, acentuou o parlamentar.

O parlamentar lembrou que a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDE) realizou, em todo o Estado, um grande programa de convivência com a seca, perfurando cinco mil poços profundos e a construindo de milhares de cisternas de placa. “Novos poços estão sendo instalados, para que as comunidades rurais possam ser mais bem abastecidas, com a água do subsolo. Tivemos boa safra, mas, em algumas regiões, não houve acúmulo de água suficiente”, acrescentou.

 
> Confira o pronunciamento na íntegra: 

 

 

Para o desenvolvimento da agricultura, de acordo com Moisés Braz, serão aplicados recursos da ordem de R$ 650 milhões, do projeto São José IV. “Para tanto, é necessário que comunidades apresentem projetos produtivos”, esclareceu.

O projeto, conforme explicou o parlamentar, está sendo desenvolvido em três eixos: produtividade com preservação ambiental; mecanização agrícola com critérios e acompanhamento técnico, evitando degradação do solo, e o terceiro eixo, com ações voltadas para o abastecimento d’água.

Moisés Braz destacou ainda que, nos dias 27 e 28 deste mês, a Federação da Agricultura do Estado do Ceará (Fetraece) vai realizar o Grito da Terra. “Durante dois dias, a manifestação vai reivindicar e garantir políticas públicas para os camponeses. Vamos ocupar as ruas de Fortaleza, para negociar a pauta com o governador Camilo Santana. Já foi agendada reunião dia 18 com a direção da entidade”, avisou.

O parlamentar informou que está assumindo provisoriamente a presidência do diretório regional do Partido dos Trabalhadores. Ele considerou que as siglas partidárias devem ser mais bem fiscalizadas pelos órgãos competentes, principalmente em ano eleitoral, para que se dê transparência aos gastos de campanha.