Ibope: 30% querem votar em Lula “com certeza”

429

Uma nova pesquisa divulgada nesta quinta-feira (20) confirma, mais uma vez, a preferência do eleitorado brasileiro e o favoritismo de Luiz Inácio Lula da Silva para as eleições de 2018.

Pesquisa do Ibope publicada pelo jornal “Estado de S. Paulo” mostra que Lula é o “presidenciável com maior potencial de voto entre nove nomes testados pelo instituto”.

Confirmando a preferência já divulgada pelo levantamento CUT/Vox Populi, nesta semana, o Ibope mostrou que os eleitores  que dizem que votariam em Lula com certeza chegam a 30%. Aqueles que responderam que poderiam votar somam 17%. E responderam que não votariam de jeito nenhum, 51%, considerada a margem de erro.

Além disso, o Ibope mostrou que, mesmo diante de um forte ataque jurídico e midiático, a rejeição a Lula caiu 14% desde o golpe contra a presidenta eleita Dilma Rousseff, que foi consumado em 2016.

Tucanos em baixa

Já os nomes de tucanos têm taxa de rejeição superiores à de Lula e também preferência menor entre os eleitores, apesar da cobertura da mídia ser menos intensa contra eles.

Segundo o Ibope, desde outubro de 2015, “a soma dos que votariam com certeza ou poderiam votar em Aécio Neves despencou de 41% para 22%”. O potencial do senador e ex-ministro golpista José Serra caiu de 32% para 25%. A preferência no governador de São Paulo também não teve bons resultados: foi de 29% para 22%.

A rejeição de Aécio Neves, alvo de cinco inquéritos na Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, é de 62%. A rejeição de Serra é de 58% e a de Alckmin, 54% (todas maiores que a rejeição de Lula).

O desgaste de Aécio Neves acontece, inclusive, entre o principal eleitorado do tucano. O potencial de voto entre aqueles de renda mais alta (que recebem mais de cinco salários mínimos) despencou de 44% para 26%. No Sudeste, maior reduto do tucano, a taxa também registrou forte redução: passou de 42% para 23%.

A pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 7 e 11 de abril. Foram 2002 entrevistas face a face, em 143 municípios de todas as regiões do Brasil. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

mtst18-780x490
Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Vox Populi já mostrava favoritismo de Lula

Pesquisa CUT/Vox Populi divulgada na terça-feira (18), apontou que, se as eleições presidenciais fossem hoje, Lula seria eleito em primeiro turno em todos os cenários pesquisados.

De acordo com os dados divulgados, Lula tem de 44% a 45% dos votos válidos contra 32% a 35% da soma dos adversários nos três cenários da pesquisa estimulada. São os votos válidos, excluídos os nulos, em branco e abstenções, que valem para definir o resultado das eleições.

Além disso, o instituto Vox Populi mediu a preferência do eleitorado por partido político. Se em outubro o Partido dos Trabalhadores contava com simpatia de 13% da população, em dezembro viu esse número subir para 15% e, em abril, atingir a marca de 20 pontos.

Já o PMDB, que em outubro era o indicado por 3% dos entrevistados, apresentou leve crescimento em dezembro, chegando a 5 pontos percentuais, e caiu para 1% neste mês. O PSDB, por sua vez, oscilou de 3% para 2% entre outubro e dezembro, até chegar a 4%, em abril.

Fonte: Agência PT de Notícias, com informações do jornal “Estado de S. Paulo”