Fátima Bandeira é eleita Secretária de Mulheres do PT Ceará

Nenhum comentário

A jornalista Fátima Bandeira foi eleita no último sábado, 16 de setembro, para o cargo de Secretária Estadual de Mulheres do Partido dos Trabalhadores do Ceará (PT Ceará). A eleição, realizada na sede do Sindicato dos Bancários do Ceará, teve o maior quórum proporcional do país entre todas as eleições para secretarias de mulheres do partido, com um total de 648 credenciadas a votar.

De um total de 557 votantes, Fátima Bandeira, que integra o Campo Democrático do partido no Estado, obteve 355 sufrágios, correspondente a 63% dos votos válidos. Atual editora regional do Portal Brasil 247, a nova secretária de Mulheres é membro do Conselho Cearense dos Direitos das Mulheres, militante do Movimento Mulheres do Ceará com Dilma e do Grupo de Apoio e Prevenção à Aids. Ex-Chefe de gabinete da Prefeitura de Juazeiro do Norte (gestão Manuel Santana(PT), Fátima exerceu ainda as funções de assessora do gabinete da Prefeitura de Pacajus (gestão Marcos Paixão (PT) e de diretora da Fundação Pirata Marinheiros, além de ter sido ainda professora do Curso de Comunicação da UFC e jornalista da TV Ceará.

O deputado estadual Moisés Braz (PT) saudou a eleição de Fátima. “Expressiva vitória da nossa companheira de Campo Democrático no PT Ceará. Certamente a Secretaria Estadual de Mulheres está nas mãos certas para defender políticas públicas e promover o diálogo do partido com os movimentos sociais e as demais instâncias da sociedade e dos poderes públicos”, disse.

Eleições em todo o Brasil

O Partido dos Trabalhadores realizou, entre sábado e domingo, dias 16 e 17 de setembro, o processo de escolha das direções estaduais das Setoriais de Mulheres do Partido dos Trabalhadores. Mais de 5 mil mulheres participaram do processo. Em 23 estados foram eleitas as novas secretárias, exceto em Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Santa Catarina, que irão votar em suas representantes entre os dias 23 e 24 de setembro.

Os Setoriais e as Secretarias Setoriais têm como objetivo principal promover diálogo entre o partido e os movimentos sociais, reforçando a participação do PT nas mobilizações e dialogando para a promoção de direitos e transformações em cada segmento da sociedade.

Para Laisy Moriére, Secretária Nacional de Mulheres do PT, o balanço desses encontros é extremamente positivo. “Foram mais de 5 mil mulheres filiadas ao partido que se encontraram para participar das discussões políticas. Discutiu-se a questão da conjuntura, a questão do programa para mulheres para o próximo período e a própria situação do país. As mulheres estavam muito felizes e praticamente não teve incidentes, ou seja, correu tudo muito bem”, avaliou.

Participaram do encontro todas as mulheres com filiação anterior ao dia 22 de outubro de 2016, não sendo necessária a escolha de opção setorial que, no caso de Mulheres, é classificada como identitária. Em todos os estados os encontros foram representativos e contaram com a presença de inúmeras mulheres. Proporcionalmente, o Ceará teve o maior encontro, com 655 mulheres que estiveram presentes para eleger sua candidata e participar das discussões do partido. Fátima Bandeira foi eleita, com 355 votos, para estar à frente da setorial do estado.

Com informações do PT Nacional

, , ,

Assine nossa Newsletter

Conecte-se

Menu