Agricultura familiar cearense recebe investimento de R$ 31,6 milhões

Nenhum comentário

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou por unanimidade, durante sessão plenária desta quinta-feira (07/04), transferência de recursos dos projetos São José III e Paulo Freire. Com a aprovação, a agricultura familiar cearense será fortalecida com um investimento total R$ 31,6 milhões.

O projeto de lei nº 24/16, oriundo da mensagem nº 7.970/16, do Poder Executivo, autoriza transferência de R$ 29,4 milhões, por meio de convênios, para pessoas jurídicas selecionados em seleção pública do projeto São José III.

Também foi aprovado o projeto de lei nº 25/16, oriunda da mensagem nº 7.971/16, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a transferência de R$ 2,2 milhões para as entidades beneficiadas pelo Projeto Paulo Freire.

Para o deputado Moisés Braz (PT), há uma grande expectativa das comunidades rurais pelo repasse desses recursos. “O trabalho realizado garante toda a transparência e confiança de que nenhum beneficiário foi apadrinhado”, defendeu. O parlamentar ainda destacou que o Projeto Paulo Freire beneficia, principalmente, jovens, mulheres, quilombolas e indígenas.

Segundo o secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Dedé Teixeira, os projetos São José III e Paulo Freire têm o intuito de combater a pobreza rural. Ele informou que o São José III conta com um orçamento 150 milhões de dólares, sendo que 100 milhões são do Banco Mundial e 50 milhões do Governo do Estado. “Toda a escolha dessas associações se deu mediante edital público, com apoio decisivo dos movimentos sociais”, esclareceu o secretário.

Já o repasse previsto no Projeto Paulo Freire visa atender 600 comunidades localizadas nos municípios mais pobres do Estado, com objetivo de capacitar os agricultores, oferecer assistência técnica e elaborar planos de negócios.

Fonte: Agência de Notícias ALCE

, , ,

Assine nossa Newsletter

Conecte-se

Menu