Plenária em Tianguá discute organização do PT nos municípios da Ibiapaba

215

O deputado estadual Moisés Braz (PT) e o deputado federal Guimarães (PT) participam na manhã deste sábado, no Centro Cultural de Tianguá, uma plenária com petistas dos municípios da Ibiapaba.

O objetivo da reunião é discutir o processo de organização do partido nos municípios. A maioria das cidades tem diretórios municipais organizados, tendo formado comissão provisória em Guaraciaba do Norte e em breve no município de Croatá.

A plenária conta com a presença do prefeito Gerlásio Loiola (Forquilha), do presidente do PT de Tianguá, Antônio Chiquinho, da secretária de Agricultura de Tianguá Keila Aragão, do gerente regional da Ceasa Antônio de Lima e do ex-vereador Haroldo Aragão.

Para Guimarães, a tarefa é recompor e reaglutinar o PT, garantindo o processo de consolidação do partido na Serra da Ibiapaba. “Em 2016 disseram que o PT iria se acabar, depois do afastamento da Dilma. Iniciamos processo de reconstrução, e os adversários são tão ruins e pelo agravamento da crise podemos afirmar que o PT está mais vivo que nunca. Qualquer pesquisa que se faz hoje o PT tem 26% de preferência partidária”.

_DSC0817

Na avaliação do cenário para 2018, Guimarães disse que não há saída dentro do arco de alianças que governa o país. “Porque as medidas que eles estão tomando não irão recuperar o país. Esses golpistas não têm projeto para o amplo conjunto da população. É uma completa desestruturação do que foi construído por nós. Há o limite do teto de gastos que inviabiliza qualquer projeto de crescimento. Veja o orçamento da agricultura familiar. Acabaram o programa de cisternas, o PAA, o salário mínimo. Eles estão cortando tudo, até o Bolsa Família vai tirar 3 milhões de pessoas”, afirmou.

_DSC0832

Segundo Moisés Braz, é importante fortalecer o projeto político do PT no Ceará e também na Serra Grande. “A região Norte de maneira geral é onde o PT tem grande força no interior do Ceará, e o primeiro passo é reorganizar as nossas forças para nos constituirmos em alternativa viável para a população tanto no nível local, quanto estadual e federal”, pontuou.

_DSC0834

_DSC0847

“Temos que mudar o projeto político elegendo outras pessoas. Não existe nada mais importante do que elegermos pelo voto direto para comandar o nosso país. Não basta eleger o Lula, ele precisa ter força política para revogar essas medidas aprovadas pelo governo golpista que prejudicam o povo brasileiro. Precisamos denunciar quem está votando contra o povo e divulgar quem está votando a favor do povo nessas reformas draconianas”, acrescentou o parlamentar.