Moisés Braz (PT) participa de entrega de casas do PNHR em Parambu

247

Vinte e cinco famílias da zona rural de Parambu, na região dos Inhamuns, receberam oficialmente nesta sexta, 16 de fevereiro, na sede do Sindicato de Trabalhadores Rurais (Straaf) os certificados de unidade habitacional das suas novas residências, construídas por meio do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) através da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Ceará (Fetraece).

O ato contou com a participação do deputado estadual Moisés Braz (PT), do deputado federal Guimarães (PT), dos secretários da Fetraece Luiz Carlos Ribeiro (Finanças) e Milena Camelo (Jovens), da coordenadora regional da Fetraece nos Sertões de Crateús/Inhamuns, Aparecida Sousa, da presidente do PT e ex-presidente do Straaf, Antônia Alves (Dita) e do presidente do Straaf, Eliézer Domingos, além de toda a diretoria da entidade. As famílias, localizadas nas comunidades da Serra, de Miranda, Ingá Facundo, Cococi, Campo Grande e Oiticica já estão residindo nas casas, e receberam o documento oficial da Caixa Econômica.

O deputado Moisés Braz destacou a importância da casa própria para o cidadão mais humilde. “Como bem citou a Milena expressando a fala do para Papa Francisco, quando a gente não tem um teto, passa muitas humilhaçoes. Por parte daqueles que detém o capital, dos que detém a propriedade da terra, dos que tem um teto melhor. Por isso é fundamental que vocês valorizem o sindicato”, afirmou. Para o deputado não se pode admitir que um trabalhador que tem parceria com a Fetraece e o sindicato faça duas coisas na vida, “A primeira é deixar de pagar o sindicato, e a segunda é votar nos golpistas que tiram os direitos dos trabalhadores. Porque aí vocês estarão exigindo uma coisa que não podem cobrar do sindicato”, asseverou.

Moisés ressaltou a luta dos que foram até o fim para ganhar a casa. “Vocês foram capazes de sonhar e esse sonho agora está se tornando uma realidade. Hoje e hoje vocês estão recebendo um documento da Fetraece dizendo que a casa é de vocês”, pontuou, ao parabenizar as mulheres, que detém a titularidade dos imóveis como prevê o programa federal. “Hoje o homem pode até sair de casa, mas ela é de vocês e dos seus filhos. Parabéns”, finalizou.

Segundo Eliézer Domingos, projeto começou em 2009, quando a entidade era presidida por Antônia Alves, a Dita, e previa beneficiar 50 famílias. Por conta de diversos entraves burocráticos, 25 desistiram e 25 famílias permaneceram pleiteando as casas. Ele parabenizou a ex-presidente por ter acreditado no projeto e defendeu união da categoria de trabalhadores rurais. “Por isso é importante que as pessoas se filiem ao sindicato, para manter a organização dos trabalhadores. Também é necessário termos apoio e representação nos parlamentos municipal, estadual e federal”, apontou. Por último, destacou o trabalho da Fetraece. Parabenizou a Fetraece. “Podemos contar com ela”. PNHR é uma das melhores políticas públicas para homem e mulher do campo.

Emanuele Cristina Soares foi uma das beneficiadas com as residências do PNHR em Parambu. “Nós trabalhamos muito e fizemos jus a essas casas. Mas a palavra hoje é de agradecimento por nossos próprios méritos. Recebemos essas casas por direito e por nosso esforço também, pois corremos atrás de muita coisa, com todo o apoio do sindicato. A Dita deu o pontapé inicial, sustentou trabalho para que as diretorias posteriores pudessem dar continuidade”, disse.

Em seu discurso, o deputado Guimarães (PT) ressaltou que o programa foi criado nos governo do PT de Lula e Dilma. “Mas infelizmente hoje o Temer acabou com o PNHR porque cortou o investimento. Não há mais dinheiro para esse programa no Orçamento da União”, lamentou, ao conclamar os trabalhadores a permanecerem unidos contra governo. “A própria Reforma da Previdência também é outro golpes nos nossos direitos duramente conquistados que esse presidente ilegítimo está perpetrando. Eles já anunciaram que não irão votar a Reforma na semana que vem, mas é porque sabem que não tem votos suficientes no Congresso”, revelou.