Estudantes da rede pública estadual começam a receber cartão alimentação

Nenhum comentário

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), iniciou, nesta quarta-feira (29), a entrega do cartão vale-alimentação para os estudantes da rede pública estadual de ensino. A iniciativa garante um auxílio de R$ 80,00 com o objetivo de contribuir para a segurança alimentar dos alunos no período de suspensão das atividades presenciais nas escolas estaduais.

Para respeitar as normas de segurança sanitária, evitando aglomerações, a distribuição do cartão será realizada em cada unidade ensino, devendo o estudante procurar aquela em que está matriculado. Para receber o benefício, os alunos e seus familiares precisarão seguir, rigorosamente, o cronograma informado pela escola, que indicará a data e o horário da entrega.

Durante o procedimento, as unidades de ensino estão adotando o uso de máscaras e álcool em gel, respeitando também a distância de segurança entre uma pessoa e outra.

Yohanna Isabele Rodrigues, de 17 anos, cursa a 2ª série do Ensino Médio na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Jaime Alencar de Oliveira, em Fortaleza, onde faz curso técnico em Produção de Áudio e Vídeo. A jovem avalia que o auxílio veio em boa hora. “Tem muita gente precisando de ajuda para conseguir se alimentar. Essa é a necessidade principal. Meu pai trabalha por conta própria, com mídias sociais, e está tendo poucos clientes nesse período. E minha mãe trabalha com eventos, uma área que também está parada”, explica.

Jhenyffer do Nascimento, de 16 anos, faz a 2ª série do Ensino Médio na mesma escola, sendo aluna do curso técnico em Informática. Ela mora com os tios e considera a renda bem-vinda para ajudar nas despesas de casa. “Ele está desempregado há mais de um ano e ela trabalha como vendedora de aquecedores solares, ganhando pouco. Esse auxílio vai ser muito importante para gente comprar comida e poder se proteger”, observa a estudante.

Os cartões são entregues personalizados com os dados de cada beneficiário. Após o recebimento, o estudante terá, automaticamente, direito à primeira parcela do benefício, no valor de R$ 40,00. A disponibilização da segunda parcela do vale-alimentação será feita no próximo dia 29 de maio. O cartão poderá ser utilizado somente em compras de produtos alimentícios. Saques não são permitidos.

A secretária Eliana Estrela destaca que esta é mais uma ação de apoio às famílias dos alunos da rede pública estadual, que neste momento estão em casa, tendo aulas de forma remota. “As Credes (Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação) e a Sefor (Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza) articulam a ação junto com as escolas. É um momento em que temos que ter todo o cuidado. As famílias obterão o benefício de forma segura, sem aglomeração. Os alunos terão dia e horário marcado para receber o cartão, seguindo uma lista programada”, explica.

Além do vale alimentação, a família receberá também uma carta de apresentação com todas as orientações sobre o uso do cartão e informações de produtos não permitidos, como bebidas alcoólicas, por exemplo. A estratégia de uso do cartão alimentação vai também beneficiar a economia local, pois os alimentos serão adquiridos em supermercados, mercadinhos, padarias, açougues e outros estabelecimentos locais em todo o Ceará.

Máscaras e detergente

Na Escola Jaime Alencar, além do vale-alimentação, os alunos também recebem um par de máscaras de tecido compondo o kit. A mãe de uma aluna foi quem sugeriu a iniciativa e prontificou-se a confeccionar os produtos junto com outras costureiras da região. O valor para a compra dos materiais foi arrecadado entre um grupo de professores, amigos e familiares dos profissionais da unidade de ensino.

A Escola de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Johnson, também de Fortaleza, está fazendo a distribuição de máscaras e detergentes junto ao cartão alimentação. A diretora da unidade, Vanessa Gripp, explica que o material de limpeza foi doado por professores e funcionários da escola. Já as máscaras, confeccionadas em TNT, foram oferecidas pela empresa Lasso Lingerie.

Fonte: Ascon Seduc / Governo do Ceará

Assine nossa Newsletter

Conecte-se

Menu